“O FBI está nos pedindo um software equivalente ao câncer”


A Apple é uma das companhias que faz de tudo para manter a segurança dos seus consumidores, por isso ela já declinou diversas vezes desbloquear para o governo smartphones de consumidores acusados por crimes. Porém, agora isso está se tornando um assunto do FBI, e até Bill Gates acredita que a Maçã precisa abrir as portas para a organização. Só que Tim Cook não gosta nada do que está acontecendo.

O CEO da Apple afirmou que ao pedir para debloquear o dispositivo utilizado por um dos terroristas de San Bernardino, o governo dos Estados Unidos está requisitando que a companhia desenvolva um “software equivalente ao câncer”.

“O que está em jogo aqui é, o governo pode obrigar a Apple a escrever o software que acreditamos que faria centenas de milhões de clientes vulneráveis em todo o mundo - incluindo os EUA - e também atropelaria as liberdades civis”, afirmou Cook.

O executivo deixou claro que essa ação não é por um iPhone de um terrorista, mas o que isso pode causar no futuro para todos os consumidores da Apple. Por exemplo, ele revelou que tem medo do governo pedir para a Apple liberar o uso da câmera dos seus smartphones, assim o FBI poderia visualizar as imagens de todos os dispositivos da empresa.

O FBI deseja que a Apple desenvolva um software que permita os investigadores entrarem no dispositivo do terrorista, que possui alta segurança. Cook acredita que isso pode não afetar apenas esse caso, mas todo o futuro da empresa e dos seus consumidores. “Eu não sei onde isso pode parar, mas eu sei que isso não é o que deve estar acontecendo neste país”, completou.

Sem categoria

1 Comentário on “O FBI está nos pedindo um software equivalente ao câncer”

  1. Pingback: “O FBI está nos pedindo um software equivalente ao câncer” | Rug BR

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *